Rafael Gomes e Martha CortêsRafael Gomes e Martha Cortês“Contribuir para melhorar a vida das pessoas que estão na terceira idade é gratificante. Ás vezes elas estão com muitas dificuldades, como se vestir, ir ao banheiro sozinhas e inclusive de caminhar. A partir do nosso trabalho, voltam a fazer as atividades da Vida Diária (AVDs) e podem até brincar com os netinhos”, declarou o professor de educação física da Academia Cras Fitness Rafael Gomes ao ser perguntado porque escolheu essa especialidade na área que atua.

Além da academia, ele participa e coordena o Grupo de Estudos em Atividades Físicas para Idosos (GEAFI), um projeto no Centro Universitário do Rio Grande do Norte (UNI-RN), voltado para pesquisas científicas e práticas de exercício para a população acima dos 60 anos. Nele, são testadas algumas variáveis fisiológicas do treino resistido, com os resultados o professor prescreve os exercícios mais adequados para os seus alunos. 

“Trabalhamos para que haja uma desaceleração na perda das massas óssea e muscular e consequentemente, da capacidade funcional, força e equilíbrio. Para isso, a gente aconselha o trabalho resistido, que é a musculação juntamente com o exercício aeróbio. A união dessas atividades promove uma melhor condição cardiorrespiratória, cardiovascular e melhor eficiência na ativação dos músculos”, afirmou Rafael.

Rafael acrescentou que somente o profissional de educação física é capacitado para acompanhar e prescrever exercício para pessoas em qualquer idade. De acordo com ele, esse profissional vai conseguir desenvolver o trabalho de acordo com as necessidades de cada um respeitando o principio da individualidade biológica. “Exercício é igual a remédio, se bem dosado o resultado é positivo, se mal dosado pode colocar em risco a saúde das pessoas”, alertou.

A aluna da academia, Marta Helena Amaral Cortês (64anos),  pratica atividade física há mais de 10 anos. “Demorei muito a começar a fazer exercícios, mas hoje eu gosto muito. Desde o dia que comecei, mantenho uma rotina diária. É muito importante, todo mundo sabe disso. E para mim não é uma questão de estética e sim de saúde”, concluiu.

Seguem alguns exercícios realizados na academia Cras Fitness para pessoas na terceira idade :

 

Neste exercício é realizado o movimento de dorsiflexão, que fortalece a musculatura chamada de tibial anterior, melhorando a passada do idoso ao caminhar, evitando as quedas.Neste exercício é realizado o movimento de dorsiflexão, que fortalece a musculatura chamada de tibial anterior, melhorando a passada do idoso ao caminhar, evitando as quedas.

 

Com este exercício está sendo ativado os músculos profundos do troco chamados Core como o transverso do abdômen, oblíquo interno, que é uma musculatura importante para trabalhar a postura, evitar sobrecarga na coluna lombar e aquela barriguinha.Com este exercício está sendo ativado os músculos profundos do troco chamados Core como o transverso do abdômen, oblíquo interno, que é uma musculatura importante para trabalhar a postura, evitar sobrecarga na coluna lombar e aquela barriguinha.

Exercício no LeLeg Press - trabalha a musculatura do quadríceps e músculos posteriores da coxa, promovendo mais força nos membros inferiores para realizar atividades da vida diária, resultando em maior autonomia para o idoso.Exercício no LeLeg Press - trabalha a musculatura do quadríceps e músculos posteriores da coxa, promovendo mais força nos membros inferiores para realizar atividades da vida diária, resultando em maior autonomia para o idoso.

 

Pesquisa

Destaques

Estilo é ser você

Crédito: Tiago LimaCrédito: Tiago LimaAcompanhar a moda é difícil, toda hora recebemos informações sobre novidades e o que se deve usar ou deixar de usar, dá uma canseira danada. Mas, pode ser que mesmo você consiga acompanhar o mundo frenético fashion, ainda não alcance o resultado desejado, ter seu próprio estilo. Vamos falar sobre isso agora?!

Leia mais...

Quem dança seus males espanta

Apresentação no Teatro de Cultura PopularApresentação no Teatro de Cultura Popular

Ainda lembro o dia que entrei na sala do estúdio que eu frequento. Era a primeira aula de tribal, uma fusão de dança do ventre com outros estilos, e quando a professora ia pra um lado, eu ia para o outro. Envergonhada, fiquei lá traz desejando ser invisível, embora não escapasse dos olhos atentos da professora. O meu corpo não acompanhava o raciocínio do movimento e eu pensava, estou com 39 anos isso não vai dar certo.

Leia mais...

.

12793